Ciranda

Ciranda

images

 

“CANTO E CONTO UM CONTO QUE SE DESCOBRE E VIRA LENDA.
QUEM VEM E FICA NA RODA É HERÓI QUE SE APRESENTA.
E QUEM TIVER VONTADE DE BRINCA E RI NUMA BOA.
CONTA,CANTA E ENCANTA..SÓ NÃO PODE FICA A TOA”

Cantigas de roda lançados em 1960.

 

 

1. Ciranda Cirandinha
2. Meu Limão Meu Limoeiro
3. Terezinha de Jesus
4. Onde Está a Margarida
5. Nesta Rua Tem Um Bosque
6. O Cravo Brigou Com A Rosa
7. Eu Fui no Tororó
8. Na Bahia Tem
9. Samba Lê lê
10. garibaldi
11. Olha o Boi
12. O Cachorrinho
13. Ai, Eu Entrei na Roda
14. Vamos Maninha
15. Minha Machadinha
16. rebola Bola
17. Mais Uma Boneca
18. Você Me Chamou de Feio
19. Roda Pião
20. O Coelhinho
21. A Canoa Virou
22. Marcha Soldado
23. Vi Sentada Uma Barata

Sobre as lendas

Sobre as lendas

maxresdefault

 

A palavra lenda provém do baixo latim legenda, que significa “o que deve ser lido”. No princípio, as lendas constituíam uma compilação da vida dos santos, dos mártires (Voragine); eram lidas nos refeitórios dos conventos. Com o tempo ingressaram na vida profana; essas narrações populares, baseadas em fatos históricos precisos, não tardaram a evoluir e embelezar-se. Atualmente, a lenda, transformada pela tradição, é o produto inconsciente da imaginação popular. Desta forma o herói sujeito a dados históricos, reflete os anseios de um grupo ou de um povo; sua conduta depõe a favor de uma ação ou de uma idéia cujo objetivo é arrastar outros indivíduos para o mesmo caminho.

Hoje as lendas se confundem com superstições existentes sobre determinado acontecimento. O medo daquilo que não se entende, somado ao folclore popular, criam estórias e causos que nos deixam entrigados. Pois como dizem: “Toda lenda tem um fundo de verdade”, quem deve tomar a decisão de crer ou não crer, isso eu deixo a você…